25/05/2011

Minimalismo

Categoria: Pensamentos

Minimalismo

Muitas pessoas acham que para viver num estilo minimalista, devemos ter apenas uma roupa, almofadas no chão e permanecer meditando pro resto da vida dormindo numa cama de pregos, e por esse motivo acham ser uma meta impossível de ser alcançada, pelo menos nessa encarnação.

Minimalismo é mais que isso. É um estilo que nos proporciona maior consciência do que estamos fazendo, o que estamos comprando e como realizamos cada tarefa do nosso dia a dia. É ter o controle sobre nossos compromissos, é planejar, é facilitar a vida.

Minimalismo não é deixar de comprar, mas comprar com consciência.

Minimalismo não é viver na pobreza material, mas viver com o que é útil.

Minimalismo não é ter pouco, é ter o suficiente.

Minimalismo não é se isolar, mas ter tempo pra aproveitar melhor os momentos com as pessoas amadas.

Minimalismo é, acima de tudo, saber aproveitar tudo o que adquirimos, é não deixar nada guardado sem uso, é sentar no chão e simplesmente aproveitar a liberdade de saber que tudo está sob controle.

Minimalismo é saber que você não é o que tem, nem o que usa.

Minimalismo é nos permitir ser.



Acompanhe meu dia-a-dia pelo twitter.

comentários via facebook

3 comentários leave one →

  1. Carolina

    As atitudes são legais, mas não são nem nunca foram própria do minimalismo. É interessante (e as vezes inconscinte) pegar VALORES que sempre existiram ou que no mínimo tem mais do que milênios) que hoje em dia se pega valores e o encaixa em um estilo de vida, como hippie, minimalista e etc, como se fossem próprios deles.
    Eu sou alguém que tem o suficiente de tudo, nao gosto de ter coisas desnecessárias, isso nos deixa tão vazio quanto nao dar importancia para o que nos fez como pessoas e foi nosso (materialmente e culturalmente)

    Responder
  2. Anonymous

    Olá Camile,

    Parabéns por este espaço – impressionante!

    Venho, gradativamente, orientando minha existência para o minimalismo já há alguns anos, sendo que, com a ajuda das ideias do Dave Bruno e o seu desafio das 100 coisas, situei-o, de forma consciente e pragmática, em minha vida. Antes era uma maneira de agir inconsciente, embora metódica.

    Adorei o seu sítio e vou degustá-lo com calma.

    Persevere!

    Abs.

    Carlos

    Responder