Como organizar o Facebook

por Camile Carvalho em 09/01/2014

Como organizar o Facebook | Vida Minimalista #vidaminimalista

O Facebook tem dividido opiniões ultimamente. A cada dia vejo mais pessoas que estão dispostas a reduzir o uso, excluir quem não conhecem e até mesmo deletar o perfil. Propagandas, memes e discussões sem sentido acabam poluindo o espaço nos causando estresse e nos fazendo perder o tempo.

Devo admitir que houve uma época em que saí excluindo diversos contatos, pra manter minha conta mais limpa, só com pessoas muito próximas e familiares, mas como tenho este blog, é normal que meus leitores se identifiquem e queiram manter um contato mais próximo. Foi pensando nisso que decidi tornar meu perfil mais público e aceitar todos que desejassem entrar em minha lista de amigos por lá.

Passei de uns 30 contatos para mais de 200 em pouco tempo e novamente me vi perdida em assuntos que não me interessavam, memes chatos, bichinhos fofinhos e diversas postagens, pois mesmo não me interessando, eu acabava lendo. Pensei na possibilidade de deletar minha conta, mas ainda preciso me comunicar com familiares de longe, amigos da faculdade e administrar o grupo do blog e a fanpage. Foi então que tomei algumas medidas pra reduzir as distrações na rede social sem afetar minha participação, além de reduzir meu tempo conectada.

Criei listas de amigos

Acho que a melhor decisão que tomei foi criar listas de amigos. Reservei um tempo pra classificar meus contatos em Família, Melhores Amigos, Faculdade, São Paulo, Música, Blog entre outras categorias. Quando quero saber notícias de meus amigos de São Paulo, por exemplo, clico na lista e leio as postagens deles.

Deixei de seguir todos os amigos

Ao passo que fui adicionando meus amigos em listas, fui também clicando em “Deixar de seguir”. Na minha timeline não tem mais atualização de amigos, pois quando quero me informar, entro na página deles ou clico na lista correspondente. Na verdade nem tenho feito muito isso, prefiro mandar mensagem SMS ou encontrar pessoalmente pra um bate-papo.

Deixei de curtir algumas páginas

O que eu curtia ano passado pode não ser mais interessante hoje. Página de lojas, produtos e algumas bandas foram “descurtidas”. Agora só aparecem atualizações do que gosto e é relevante. Recebo o feed dos meus blogs preferidos no Bloglovin e também pelo twitter, que acho bem mais útil que o Facebook.

Saí de alguns grupos

Da mesma forma que fiz com as páginas, alguns grupos que ingressei no passado já não fazem mais sentido participar hoje e os deixei para trás.

Timeline mais limpa

Apesar da poluição visual e da enorme quantidade de propagandas na timeline, agora recebo na página principal apenas notícias sobre as páginas que curto e os grupos que participo. Meu facebook virou um feed de notícias de assuntos que me interessam e limitei meu acesso a algumas vezes por dia apenas. Meu próximo passo será excluir o ícone do Facebook no meu celular e limitar meu uso na rede social apenas no computador.

Ainda não vou deletar meu perfil, mas com estas medidas tenho conseguido me livrar um pouco do excesso de informações que bombardeavam minha página cada vez que eu conectava. E você, ainda usa facebook? Como faz pra administrá-lo?

Compartilhe:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr


comentários via facebook

39 comentários leave one →

  1. Então, eu penso seriamente em deletar meu perfil. Já nem posto mais coisas pessoais por lá, mas como trabalho com fotografia tambem, muita gente me adiciona lá. Enfim, to pensando em transformar meu perfil numa pagina, mas penso tambem que perderia algumas coisas legais, como o grupo do vida minimalista. A melhor coisa que já fizeram foi a opção de cancelar a assinatura. Cancelei de muita gente e vou fazer mais uma limpa nas páginas curtidas. Deixar o menos coisa possivel, apenas com conteúdo relevante.

    Beijo!

    Responder
    • Camile Carvalho

      Bruna, acho que no seu caso é bom manter seu perfil sim, mas sendo profissional. Publique lá suas fotografias, contato, e faça uma limpeza nas páginas que curte. Cancelar a assinatura foi a melhor maneira que encontrei pra não me distrair tanto, espero que dê certo com você também!

      Beijos!

      Responder
  2. Gabi

    Post super pertinente!

    Desde que abri minha conta, sempre fiquei receosa em aceitar pessoas com quem mal troco um bom dia….

    Hoje tenho 180 e poucos amigos no FB, e sempre que penso em aceitar alguém eu me pergunto: eu sairia pro meu lugar favorito com essa pessoa? eu me divirto tomando café com ela?

    E olha que, mesmo assim, vira e mexe vejo meu perfil com algum overposting ou alguém descaregando improprérios ou negatividade….não tenho dúvida, “desfaço a amizade” na hora para poder manter a convivência da vida real.

    Teve um funcionário do estúdio em que trabalho que é muito gentil,mas com o qual não tenho intimidade. Não o aceitei no FB, pois mal troco três palavras com ele por semana. O que aconteceu? Ele simplesmente veio tomar satisfações sobre o assunto. Fiquei triste, sem entender porque ao invés de tentar estreitar relações “reais” (um café, um bate-papo) ele resolveu brigar comigo. Vai entender…

    Também sigo a seguinte filosofia: comunidades (virtuais e reais) são para compartilhar conhecimento, leveza, paz de espírito, uma dose equilibrada de humor e de questionamentos construtivos, além de informação. Se eu não tenho nada que se encaixe nesse perfil,não publico. Também não quero encher a timeline alheia. 😉

    Já leram isso aqui? http://info.abril.com.br/noticias/internet/amigos-demais-no-facebook-e-um-problema-diz-especialista-19012013-13.shl

    Bjos e feliz 2014!

    Responder
    • Camile Carvalho

      O mal do Facebook é que encontramos posts sobre os mais variados assuntos, desde importantes pedidos de ajuda com crianças desaparecidas até indiretas adolescentes, brigas entre outros. O bom é deixar de seguir aqueles que nos tiram do sério!

      Obrigada pelo link! Muito boa matéria!

      Feliz 2014 🙂

      Responder
  3. Taiga

    Minha relação com o Facebook oscila entre amor e ódio. Teve uma época em que fiz questão de ter 800 ‘amigos’, saí adicionando pessoas que estudei no primário, que fui reencontrando, mas que sequer conversamos depois para saber como estavam as coisas. Em outra fase, deletei mais de 200 pessoas de uma só vez, na ânsia de simplificar e selecionar melhor os assuntos no meu feed de notícias e realmente deixar apenas os ‘melhores amigos’. Acontece que, como vc mesma disse, as vezes aceitamos adicionar pessoas por mera convenção. Por estudaram conosco, por terem ido em algum evento, pelo fato de que no futuro pode ser útil o contato com determinada pessoa. Aquela velha história de sermos um ser social e tudo mais…
    Ainda acho que tenho muitas pessoas em minha lista e de fato, as pessoas encaram a exclusão como algo ruim, como uma afronta. Acho que ninguém quer ser excluído “sem mais nem menos” pois, queremos ser parte da vida das pessoas e a tecnologia (principalmente as redes sociais) nos dizem disso todos os dias: expormos nossas vidas, compartilhá-la de forma online, mas não necessariamente offline. Mas ao optarmos pelo que é essencial, pelo que de fato contribui em nossas vidas, excluir pessoas significa valorizar as ‘reais’ pessoas.
    Tenho tentado reduzir aos poucos. Já pensei em deletar, mas avalio que seria um isolamento ruim, pois tbm tenho amigos e parentes em diversas cidades e o facebook ajuda no contato e manutenção do vínculo. Encontrar um equilíbrio fazendo escolhas, como as que vc citou, me parece ser ainda a melhor forma. Nem tão radical mas nem tão liberal. 🙂

    Responder
    • Camile Carvalho

      Eu também já tive muitos “amigos”, depois reduzi e agora estou aceitando novamente contatos por causa do blog, mas já não fico postando coisas aleatórias como antes. Acho que deletar não seria tão bom no meu caso, por causa dos contatos que tenho, amigos da faculdade… Concordo que temos que seguir de forma equilibrada. Se nos controlarmos, acho que tudo dá certo no final!

      beijos!

      Responder
  4. Eu deletei meu Facebook no meio do ano passado e foi a melhor decisão que tomei. Meu tempo e minha mente estão muito melhores. E sempre que ouço alguém comentando uma postagem do Facebook eu me sinto feliz por não gastar meu tempo com fofoca e outras coisas fúteis.
    Não usar Facebook não atrapalhou em nada meus relacionamentos, na verdade aconteceu exatamente o contrário. Hoje meus relacionamentos estão muito melhores.
    No meu blog estou fazendo uma série sobre isso. Semana passada falei sobre como foi passar o mês de dezembro sem internet e creio que amanhã eu publicarei um texto sobre redes sociais e solidão.

    Responder
    • Érica

      Bom dia Aldair, fiquei interessada no seu blog. Tem como colocar o link? Gratidão.

      Responder
    • Camile Carvalho

      Adair, queria experimentar essa sensação, deve ser ótimo não se preocupar com o Facebook. Experimento um pouco disso em relação à TV, enquanto muitos falam sobre o que passou no Faustão ou no BBB, fico aliviada de não passar meus dias em frente à uma tela. 🙂

      Responder
  5. Manuella Firminy

    Olá,

    No começo do ano eu tinha 600 amigos, no meio do ano fiz uma limpa e fiquei com 300 amigos. Hoje possuo somente 51 amigos… Diferença enorme, né?

    Em relação as páginas e os grupos, fiz essa limpeza junto com os amigos, porque eu estava realmente animada… E só isso já deu uma melhorada.

    Agora fiz o que você disse, arrumei meus amigos e deixei a timelime muito mais limpa. Obrigada pela dica, rs.

    Eu já não entro no Facebook pelo celular mesmo, mas espero que você consiga mais essa realização.

    Beijos.

    Responder
    • Camile Carvalho

      Diferença enorme mesmo, Manuella! Espero que goste da limpeza na timeline, fica muito mais limpo mesmo 🙂

      beijos!

      Responder
  6. Como vivo longe das pessoas que tenho mais amizade, gosto de ter o facebook para manter contato com a turma, além disso participo de uns dois ou três grupos que são muito relevantes pra mim. Quando aprendi que dá pra desassinar das pessoas, minha timeline ficou uma coisa linda de tão limpa. Só fica quem posta coisa realmente interessante e em pouca quantidade. primeiro foram os preconceituosos, depois os fanáticos por times, em seguida os volumosos. agora só tá quem posta coisa boa ou não posta nada. facebook são, mente sã.

    Responder
    • Camile Carvalho

      Aos pouquinhos vamos conseguindo deixar a timeline mais limpa, com conteúdo relevante. Isso é muito bom!

      Adorei a frase: Facebook são, mente sã 😀

      Responder
  7. Jess

    eu preciso fazer isso.
    E achei suas dicas ótimas!

    Responder
    • Camile Carvalho

      Obrigada, Jess! Espero que goste da ideia 🙂

      Responder
  8. Nane

    Venho “desassinando” um monte de gente. Permaneço no FB por questões profissionais (preciso fazer postagens diárias para os clientes) e também pelos grupos. Ademais, uma ou outra postagem, pq de resto é fofoca, indireta e vitrine, rsrs… Tentando diminuir o tempo e a frequência de acesso. Quero tirar do celular também, mas por enquanto só desativei as notificações. Nos grupos ainda não consegui desativar totalmente, mas assim também fico menos atordoada com tanta notificação”. Post MUITO oportuno…

    Responder
    • Camile Carvalho

      Obrigada, Nane! Também mantenho meu Facebook por questões profissionais, mas sempre há um jeito de simplificar nossas redes sociais.

      Beijos!

      Responder
  9. Celia Menezes

    Gostei muito das dicas! Concordo com muito do q foi dito no post e nas msg’s.

    Responder
    • Camile Carvalho

      Obrigada, Celia! Que bom que gostou!

      beijos!

      Responder
  10. Izabelle

    Para não aparecer mais anúncios enquanto acesso os sites, eu uso uma extensão para navegadores chamada AdBlock.

    Responder
  11. Rafaela

    Amei esse post, já deletei meu facebook duas vezes, hj tenho um totalmente íntimo e privado, menos de 100 amigos (apenas os distantes mesmo, OS Q ESTÃO POR PERTO E Q REALMENTE IMPORTAM PREFIRO OS VER PESSOALMENTE), e que fofa vc …notei q responde todos os comentários… Site com esse nível de qualidade hj em dia está difícil de encontrar.

    Responder
    • Camile Carvalho

      Eu já pensei em deletar o meu também, mas ainda bem que arrumei uma forma de organizá-lo. Manter poucos amigos também é bom, já fiz isso algumas vezes.

      Obrigada pelo seu comentário! Eu gosto de responder sim, porque é uma forma de conhecer novas pessoas e criar um espaço para debate, né? Claro que alguns escapam e não vejo, mas tento responder a todos. Muito obrigada pelo carinho!

      Responder
  12. Dee Mercês

    Olá,
    Camile Carvalho.

    Eu uso sim, ainda, o facebook e me identifiquei bastante com cenário que você se encontrava e essa dúvida que você tinha quanto ao excluir ou não a conta. Realmente! É muito difícil tomar esta decisão quando se uma pessoa pública, e pessoas se acham dependentes dos nossos post (blog).

    Comecei recentemente a faculdade e pensei em excluir minha conta do fb – o ícone do celular, eu já deletei, faça isso também – mas é um apego enooorme que tenho por ela, embora eu encontre alguns assuntos desinteressantes, por vezes, chatos.

    Vou agooora para a minha tl tentar organizar aquela bagunça, seguindo as suas dicas…

    Obrigado!

    Responder
    • Camile Carvalho

      Espero que tenha dado certo! Depois me conta se conseguiu organizá-lo. =)

      Responder
  13. Fernanda Rocha

    Adorei esse post. Eu também passei por diversas fases com meu Facebook, cheguei a criar duas contas: uma mais geral por causa das pessoas que adiciono pelo blog e uma apenas com amigos que convivo, mas com o tempo desisti disso e hoje tenho uma conta. A saída para divulgar novidades minhas apenas para as pessoas que quero é a criação de grupos…realmente ajuda. Outro detalhe que esta presente em minha vida é acessar o Facebook aos finais de semana e avisando aos amigos: mensagens que querem que eu responda logo, mandem e-mail… mensagens enviadas pelo Face não tenho data para ler nem responder.

    Responder
    • Fernanda, já pensei em criar duas contas também, mas acho que vou ficar mais enrolada, rs. Meus amigos próximos também sabem que quase não uso o Facebook, então sempre me mandam mensagem pelo celular ou email.

      Responder
  14. Getulio Teixeira de Aguiar

    Sem dúvida precisamos organizar nossa página no Facebook da mesma forma que organizamos nossos pensamentos. Porém jamais vou deletar meu perfil, pois faço de minha página um instrumento para passar a minha mensagem para quem quiser ouvir, mesmo que não saiba quem. Uma palavra sadia, a que chamo Verbo, deve ser lançada. Isso quer dizer também que prefiro escrever minhas próprias mensagens e raramento passo para frente o que vem para mim. Posso fazer de minha página a minha casa, portanto me cabe bem receber.

    Responder
  15. Eduardo Rodrigues Vianna

    Puxa, mas que bacana esse seu blog, hein?

    Acabei seguindo essas suas recomendações aqui, e me dei bem, é incŕivel como o facebook pode se tornar um negócio agradável se a gente souber usar.

    Parabéns.

    Responder
  16. Fernanda Hioppe

    Na área q me formei “contato é vida”, por isso, às vezes, acabo adicionando fotógrafos, modelos, e profissionais q possam ser úteis mais p frente, mas isso acaba poluindo mto o meu feed e faz com q de tempos em tempos [caso nunca mais tenha trabalhado com o ser ou nem lembro de onde conheci o cidadão] eu excluo todo mundo q considero “excesso” (já excluí + de 100 contatos de uma vez.)

    Manter redes sociais, computador e aparelhos móveis apenas com o essencial é uma meta diária. Estou sempre de olho, atualizando informações, lista de contato e arquivos.

    Responder
  17. Super demais, minha querida. Beijinhos!

    Responder
  18. Muito obrigado por compartilhar essas dicas, já anotei e assim que tiver um tempinho vou praticar todas. Já tem um tempo que o Facebook anda me incomodando, porém como você preciso para manter contato com família, além de administrar a fanpage do blog, em razão disso obrigado mais uma vez.

    Responder

Links por aí...

  1. Linkagem de domingo {77} | Vida Organizada 12.01.14
  2. Links da semana | vida singular 08.02.14
  3. Facebook limpo = paz de espírito. « Feijoada da Vida 05.11.14