Carta do Leitor

Antes & Depois: Natália de Carvalho

por Camile Carvalho em 03/07/2011

ad-arrumacao-natalia-carvalho

Hoje vou iniciar uma sessão aqui no blog com depoimentos de leitores sobre seu método de organização, ou contando alguma experiência de declutter realizado. A convidada de hoje é a Natália de Carvalho, 21 anos, que aproveitou pra tirar um dia pra se dedicar à arrumação da parte “escritório” de sua casa.

Me chamo Natália, tenho 21 anos e desde pequena sempre fui muito organizada. No entanto, nos últimos anos, comecei a adiar a organização rápida e diária e quando me dei conta tudo se encontrava muito bagunçado o que me desmotivava ainda mais e só me restava adiar e adiar.

Recentemente resolvi procurar pela internet dicas de organização, na verdade não sabia mais como começar. Toda vez que começava algo não conseguia terminar, tinha tanta coisa que eu acabava me irritando e parava a organização, guardava tudo de qualquer jeito e no fim acabava ficando pior do que estava antes. Finalmente encontrei alguns blogs e entre eles o blog Vida Minimalista, li alguns posts sobre declutter, GTD, organização, minimalismo… e quando percebi já tinha lido o blog todo hehe. Ao me dar conta da satisfação da Camile ao terminar uma tarefa consegui tirar de dentro de mim a vontade de também começar (e terminar principalmente) uma tarefa.

Resolvi organizar a parte de “escritório”, que fica no meu quarto. Eram 5 prateleiras e uma mesa de muita tranqueira acumulada, um horror (dá até vergonha agora que eu to olhando as fotos kkk). Comecei tirando tudo de dentro do armário e colocar sobre a minha cama. Assim como vi nos posts da Camile “analisei” cada item para encontrar um bom motivo para continuar guardando (Mentira!! Confesso que teve alguns que não encontrei motivo para guardar, mas não tive coragem de jogar fora – ainda hehe). Os itens descartados, foram logo para o chão (embora não aparente na foto foram 2 sacolas grandes de lixo), limpei o armário e fui colocando tudo de volta da maneira mais organizada que pude. Claro que depois de anos vivendo na bagunça foi bem difícil conseguir organizar perfeitamente e como disse pra Camile, não ficou 100%, mas foi o primeiro passo para uma vida mais leve.

Finalmente entendi o que a Camile queria dizer quando fala que se sentiu “n”sacolas mais leve. No meu caso foram só duas, mas que fizeram muita diferença. No fim percebi que não precisava de todas as coisas que me livrei (apostilas antigas, agendas velhas, eletrônicos quebrados e papel MUITO papel – coitadas das árvores gente), senti como se tivesse tirado todo o peso da tralha de cima de mim, por isso já planejo novas arrumações 😉 . Espero que outras pessoas se inspirem assim como me inspirei na atitude da Camile e crie coragem de ir até o fim, porque vale muito à pena.

arrumacao-natalia-carvalho-durante
arrumacao-natalia-carvalho-descartado

Quer participar com seu depoimento? Entre em contato comigo enviando um email para contato@vidaminimalista.com contando sobre seu método de organização pessoal. Todos os depoimentos são bem vindos!